moro

A legalidade ou um jogo de truco?

A mídia tolamente hipnotizada ou deliberadamente cínica, em boa parte cúmplice do ‘método Paraná’ de sentenciar antes, para investigar depois, olhava para as fotos dos vídeos publicadas em suas próprias página como os bobos da corte da fábula do Rei Nu: elogiava a fina seda do monarca de Curitiba.

LEIA MAIS →
manifestacaoPL4330a

Eles devolveram o sentido de ir às ruas no 1º de Maio

A PL das terceirizações pretende acabar de vez com a agenda do desenvolvimento para jogar o país na lógica global do neoliberalismo espoliativo. A sofreguidão conservadora cometeu um erro do qual talvez não consiga mais se redimir. Ou pelo menos não tão cedo, nem tão facilmente. Vitoriosa ou derrotada, carregará na testa para semore a marca de ferro com as iniciais do seu dono: ‘Fiesp’. Em ordem unida, a bancada dos patrões – inclua-se o tucanato e respectivas subespécies do mesmo ninho ideológico – abraçou uma bandeira que empresta incandescente transparência às reais intenções por trás da cruzada moralista catalisada pela Lava Jato.

LEIA MAIS →
tabuleiro-de-xadrez-negro

A deriva da classe média na Paulista e o vazio conservador

Quem teria algo a propor para reerguer a autoestima da sociedade brasileira e superar o atoleiro do arrocho fiscal? A direita certamente que não. A atabalhoada virulência com que o conservadorismo foi ao pote para matar, picar e salgar o quarto mandato progressista conquistado nas urnas brasileiras, começa a revelar a fragilidade inerente ao ímpeto que tem pouco mais a propor ao país do que uma panaceia vingativa: o politicídio do PT.

LEIA MAIS →
palhaco

A grande lambança e o sono dos justos

Para a elite brasileira, a Constituição Cidadã de 1988 é mais uma ameaça ‘bolivariana’. Sua pátria é a liquidez em dólar, a sonegação fiscal e o Estado Mínimo.

LEIA MAIS →