images|cms-image-000476240

Jean Wyllys, Um Herói Da Esquerda Brasileira, É Duramente Criticado Por Viagem A Israel E Comentários Anti-Palestinos

O Deputado Federal Jean Willys (PSOL-RJ), conhecido por seu progressismo e sua liderança em movimentos de justiça social, está tentando se defender de várias críticas feitas por seus eleitores e apoiadores de esquerda devido a sua recente viagem a Israel. O congressista despertou a ira de boa parte da base do partido de esquerda PSOL (Partido Socialismo e Liberdade), ao qual é filiado, após participar de uma conferência em uma universidade israelense intimamente ligada a violações de direitos humanos dos palestinos. Após as críticas, ele defendeu sua presença no evento com argumentos frequentemente usados por fervorosos defensores da política de ocupação israelense. O discurso inesperado de Wyllys é um grande exemplo da bem sucedida tática de explorar questões sócio-liberais para gerar apoio da esquerda ao militarismo.

LEIA MAIS →
peter-sunde

“Eu desisti”, afirma Peter Sunde, fundador do Pirate Bay

A internet de hoje é uma merda. Não funciona. Provavelmente nunca funcionou direito, mas agora está pior que nunca.”
Minha conversa com Peter Sunde, um dos fundadores e porta-vozes do Pirate Bay, não começou muito otimista. Há bons motivos para isso: nos últimos meses, a cultura de downloads contemporânea tem dado sinais de derrota na batalha pela internet.
No mês passado vimos o Demonii desaparecer. Era o maior tracker de torrentes da internet, responsável por 50 milhões de trackers anuais. Além disso, a MPAA derrubou o YIFY e também o Popcorn Time. Então veio à tona a notícia de que o Dutch Release Team, um coletivo de uploaders, havia feito um acordo com o grupo antipirataria BREIN.

LEIA MAIS →
Snowden-Rússia-72E2A4D7BB2738EBC1D7EF57479CA985F1266422FA0CA561FC846813B8C249E3

Snowden: ‘Eu fui enganado pela propaganda’

Em entrevista, Edward Snowden revela que a mesma propaganda que ele hoje tenta desarmar o fez no passado se alistar para lutar conta o ‘terrorismo’.
O que aconteceu em Moscou não foi uma entrevista formal. Tampouco foi um encontro secreto entre super-heróis mascarados. Fato é que John Cusack, Daniel Ellsberg (que vazou documentos do Pentágono durante a Guerra do Vietnam) e eu recebemos o cauteloso e diplomático Edward Snowden. E, infelizmente, as brincadeiras e as discussões que tiveram lugar no quarto 1001 não podem ser reproduzidas. A conferência que se deu ali não pode ser descrita em todos os seus detalhes. Na verdade, ela definitivamente não pode ser descrita. O mundo é uma centopeia que avança sobre as patas de milhões de conversas reais. E aquela certamente foi uma conversa real.

LEIA MAIS →
Karl Marx-Busto

Karl Marx Tinha Razão

Karl Marx expôs a dinâmica peculiar do capitalismo, ou aquilo que chamou “o modo de produção burguês”. Ele previu que o capitalismo havia plantado dentro de si as sementes de sua destruição. Ele sabia que as ideologias predominantes – pense no neoliberalismo- foram criadas para servir aos interesses das elites e particularmente das elites econômicas, visto que
(…) a classe que tem à disposição os meios de produção material tem ao mesmo tempo o controle dos meios de produção espiritual e (…) as ideias dominantes não são nada mais que a expressão ideal das relações materiais dominantes (…) relações que fazem de uma classe a classe dominante.
Ele viu que chegaria o dia em que o capitalismo esgotaria seu potencial e entraria em colapso, só não sabia quando.

LEIA MAIS →
Exército de Libertação Popular, ELP – o exército chinês – desfilando ao lado dos russos na Praça Vermelha, no desfile do Dia da Vitória.

EUA acordam para a Nova Ordem (da Seda) Mundial

Os verdadeiros Masters of the Universe nos EUA não são moça do tempo, mas parece que estão começando a ver de que lado sopram os ventos. Parece que a imagem que disparou os sinos na cabeça dos verdadeiros Masters of the Universe foi o Exército de Libertação Popular, ELP – o exército chinês – ali, desfilando ombro a ombro com os militares russos, na Praça Vermelha, no desfile do Dia da Vitória. Nem no tempo da aliança Stálin-Mao Tse Tung tropas chineses desfilaram na Praça Vermelha.

LEIA MAIS →
Antes de convocar eleições antecipadas, Netanyahu contava com base governista de 68 deputados; agora, premiê tem apenas 61

Em guinada à direita, Netanyahu lota novo governo de Israel com extremistas nacionalistas

Gabinete reformulado terá políticos com posições radicais nas pastas de Justiça, Defesa e Educação; ministra da Cultura adiantou: ‘se for necessário, censurarei’ O novo governo de Israel, cuja formação foi anunciada na semana passada, inclui uma seleção inédita de politicos conhecidos por suas posições racistas e cujos antecedentes não prometem boas notícias nem para os palestinos tampouco para liberais, democratas e humanistas israelenses.

LEIA MAIS →
20150409173802130afp

O golpe do Facebook

A empresa de Zuckerberg tenta criar um monopólio mundial da comunicação, informação e jornalismo. Um aspecto peculiar da Cúpula das Américas no Panamá, dias 10 e 11 de abril, foi o papel do presidente do Facebook, Mark Zuckerberg. O jovem executivo (30 anos) circulou pela reunião dos chefes de Estado como se fosse mais um deles ou pelo menos como um presidente do Banco Mundial, não como mais um participante do fórum empresarial paralelo.

LEIA MAIS →
Moscow_Russia_Flag_and_Hammer_and_Sickle

Por que a OTAN treme de medo da Rússia

O ataque por duas frentes – guerra ao preço do petróleo/raid contra o rublo – que visava a destruir a economia russa e metê-la no formato de vassalagem, como um recurso natural a ser usado pelo ocidente, falhou. Os recursos naturais também foram essencialmente a razão para a tentativa de reduzir o Irã à posição de vassalo do ocidente. Nada jamais teve a ver com Teerã desenvolver alguma arma nuclear – hipótese já banida pelos dois líderes da Revolução Islâmica, o Aiatolá Khomeini e o Supremo Líder Aiatolá Khamenei.

LEIA MAIS →
putin

O que Putin quer?

Esse conflito não é sobre a Ucrânia, mas sobre o futuro do planeta e que não há solução “novorrussa” nem, sequer, solução “ucraniana”, mas o único resultado possível é uma vitória estratégica, ou da Rússia ou dos EUA, que afetará todo o planeta. Ishchenko oferece aí um panorama soberbo dos riscos e opções para os dois lados e oferece uma “chave” muito ampla para o comportamento aparentementeincompreensível da Rússia, nesse conflito. (The Saker)

LEIA MAIS →
map-egypt

Iêmen e a reformatação do mapa geopolítico no Oriente Médio

Será que alguém ainda se lembra do velho conceito geopolítico da Guerra Fria, de “estados do Bloco Norte”? Eram três países – Turquia, Irã e Paquistão (às vezes o Afeganistão) localizados ao longo da fronteira sul da União Soviética; eram considerados, no ocidente, como potencial muralha de contenção contra o avanço da União Soviética em direção ao sul, para o Oriente Médio. Será possível que estejamos assistindo hoje a uma talvez recrudescência de outro “Bloco Norte”? Dessa vez, não seria união contra a Rússia. Bem ao contrário, aqueles três estados manifestam-se calorosamente simpáticos, em vários aspectos, às ideias geopolíticas russas, chinesas e “eurasiáticas”.

LEIA MAIS →